Home Fertilidade Depoimentos




Tripla jornada ou "A Jornada da Vida"

"O dia de uma mãe começa às cinco da manhã. Não. Começa às duas da madrugada quando o bebê acorda pra mamar. Isso na terça. Porque na segunda ele pode acordar a meia-noite e na quarta nem dormir! Da minha parte não posso reclamar de nada. Aliás... só agradecer. Agradecer ao Senhor do Bonfim e ao Dr. Ricardo Sertã que deu uma forcinha pra Betina vir ao mundo..." Clique aqui para ver o texto na íntegra

Isadora Andrade



Claudia Regina Moretz-Sohn

"Eu sempre quis ter gêmeos, mas era só um sonho. Afinal, ouvia dizer que isso só acontece nas famílias que têm um histórico de múltiplos - o que não era o caso da minha. Mas, em trigêmeos, eu nunca havia pensado. Era raríssimo, uma possibilidade muito remota, mesmo com o tratamento para engravidar. Por isso, quando o doutor Ricardo nos disse que eram três, eu e meu marido quase desmaiamos. Mas era um desmaio de felicidade: filhos são a melhor coisa do mundo. Trigêmeos, então, nem se fala. É uma dose tripla do que há de melhor nessa vida."

Claudia Regina Moretz-Sohn


Eros Ramos de Almeida é autor do livro "Melhor de três - o dia-a-dia de um pai de trigêmeos"


Vera Lucia Galasso Arêas

"É um prazer muito grande poder escrever algumas palavras sobre o Dr. Ricardo Sertã. Devo a ele a maior emoção da minha vida, o responsável pelo nascimento de minha filha. Depois de muitas tentativas encontrei o Dr. Ricardo e tive uma consulta onde relatei o meu histórico. Afinal já vinha nesta estrada a dezoito anos.

Ele me ouviu atentamente, me examinou e estudou todos os meus exames. E foi com imensa atenção que ele me pediu para refaze-los e assim poder me medicar com muita precisão. Sob sua orientação fiz tudo. E eis que num determinado momento, num espaço de tempo curtissimo, estava grávida. Era realmente inacreditável. Foram muitos anos nessa tentativa. Tive uma gravidez maravilhosa e um parto emocionante e tranquilo. A única coisa que posso dizer com o melhor de mim do fundo do coração é: muito, muito obrigada, Dr. Ricardo, Deus te ilumine assim para sempre."

Sua paciente que com certeza jamais o esquecerá,
Vera Lucia Galasso Arêas.


Lina e Mario Van Erven

"Durante os três primeiros anos de casados, queríamos investir na carreira e juntar um pé de meia antes de ter filhos. No quarto ano, resolvemos deixar rolar e ver o que acontecia. Nada. Então, começamos a peregrinação por médicos em São Paulo. Fomos nos mais famosos e cada um dava um diagnóstico diferente até que dois disseram que eu tinha endometriose.

- Mas doutor, qual é o sintoma?
- Cólicas.
- Não tenho.
- É porque sua endometriose é mínima.
- Ah!
- Vamos fazer uma laparoscopia, coletar seis óvulos, fazer uma fertilização in vitro, anestesia geral, $$$ etc, etc...

Marcamos para 4/8/94 a operação, cheguei em casa e contei para minha mãe. Ela comentou que o Ricardo estava chegando de Paris cheio de títulos e prêmios por seus estudos e pesquisas, se eu não gostaria de ter a opinião dele. Mas eu em São Paulo, Ricardo no Rio. Minha mãe insistiu e levou meus exames para o Ricardo, graças a Deus!

O Ricardo me telefonou, explicou o meu problema (apenas hormonal) e enviou um fax que guardo até hoje. Em resumo: " Seu problema é hormonal (estrógeno baixo) detectado já no exame de sangue (e ninguem viu, só o Ricardo!). Adia a tal fertilização por 3 meses e toma as seguintes injeções na farmácia, tira uma semana de férias no período fértil". Resultado: 10/9/94 eu já estava grávida de gêmeos. Simplesmente isso. Será que só o Ricardo viu? Não posso acreditar pois o exame de sangue é básico?!

Em maio de 95, nasceram Marina e Luisa. Lindinhas! Que alegria!

Isto é resultado de muita competência, dedicação, ética profissional, e de coisas raras como carinho e humanidade. Somos eternamente gratos.

Aconselho a todas as pacientes a procurarem médicos também com as últimas características que, dá para perceber, vêm de berço, conhecendo a família tanto da Eunice quanto do Ricardo. Não é fácil achar, mas, de novo graças a Deus, nós encontramos o Ricardo.

Além disso depois de 8 anos, com a máquina agora funcionando bem , sofremos de amnésia em relação ao trabalho que gêmeos dão, e tivemos mais um baby, a Beatriz, que está com 1 ano, uma fofurinha! "

Um beijo enorme e nunca vamos parar de agradecer,
Lina e Mario Van Erven










© clínica de medicina reprodutiva 2003
Rua Alexandre Ferreira, 462 - Lagoa - Rio de Janeiro - Telefone: (21)2286-5921 | 2537-5218 - Fax: (21) 2579-0198